http://www.youtube.com/watch?v=FODkSL6V8yQ

Site dos Devaneios

Contos, Poesias, Crônicas e Pensamentos.

Textos


⏹ OLHADA INDISCRETA 

O bicho homem realmente é muito engraçado. Ao ver um rabo de saia fica todo bobo e encolhe rapidamente o barrigão, procurando demonstrar indiferença, enquanto disfarça como quem não quer nada. Mas assim que dita cuja passa, ele dá aquela olhada de babão para ver como é a anatomia traseira do seu objeto de desejo momentâneo. Meu Deus, quantos deram com a cara no poste nessas horas!

Realmente, não dá para evitar, por mais que nos esforcemos. Não que sejamos todos tarados, como as mulheres poderão dizer, apenas não está em nós a capacidade de evitar essa olhada crítica que invalida qualquer postura, por mais ortodoxa que seja. Quem disse que nunca fez isso está mentindo deslavadamente ou não gosta de mulher.

Algumas dirão que é uma falta de respeito com a cara-metade, principalmente se ela estiver ao nosso lado, no que concordamos plenamente, mas fica difícil agir de outra maneira, em razão desse procedimento fazer parte da natureza masculina, e não haver como evitar esse ato impulsivo e totalmente involuntário.

Não me perguntem a razão, pois não saberia explicar, apenas sei que funciona dessa maneira, não só comigo, mas com todo mundo que conheço, pelo menos foi o que observei ao longo desses anos de convívio com os meus amigos. Talvez a recíproca seja verdadeira. Afinal, a mulher também é atraída quando cruza com alguém do sexo oposto que lhe chame a atenção pela beleza física ou elegância no vestir.

Todavia, nunca vi nenhuma delas, pelo menos quando acompanhadas, fazer como nós. Tenho para mim que essa característica é inerente ao homem que, de fato, goste de mulher, e esse ato não signifique insatisfação com a escolha que fizemos, mas um cacoete do qual não conseguimos nos livrar.

Por que estou falando a esse respeito? Porque outro dia estava no restaurante almoçando com a minha dona, digo, cara-metade, e reparei que sempre que entrava uma mulher bonita os homens arriscavam - o termo é esse mesmo - uma olhada disfarçada para o material de primeira que passava por eles. Um vício irresistível que ao longo do tempo já levou muitos relacionamentos à breca.

Uma pena que assim tenha sido. As mulheres, embora tenham razão para dar uma bronca em seus respectivos pares, deveriam entender que essa postura nem sempre representa um desrespeito, mas uma forma que encontramos para louvar a beleza que a natureza sabiamente contemplou o sexo frágil – que de frágil não tem nada – com as qualidades que o torna a obra mais perfeita que existe na face da terra.

Portanto, que me perdoem as filhas de Eva por esse comentário sobre o comportamento masculino, mas estejam certas de que o faço, não por desrespeito, ousadia, desconsideração ou outro senão qualquer, mas como uma homenagem ao que elas possuem de melhor: o charme, a beleza e a sensualidade que permitem que sejam insubstituíveis em nossas pobres vidas.


Meu perfil no Face Book
https://www.facebook.com/roberto.fraga.372
 
Cronista
Enviado por Cronista em 12/07/2018
Alterado em 06/08/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
A maioria das imagens deste Blog foi retirada da Internet, Caso algum desse conteúdo seja de sua autoria, favor me contatar para que possa remover ou colocar os devidos direitos autorais.